Nova tecnologia permite captar passes e ajuda até na prevenção de lesões!

Desenvolvida em Israel, a nova tecnologia consiste em um dispositivo de borracha que se acopla na chuteira. O material já está sendo usado por metade dos clubes da Premier League. No Brasil, a equipe sub-17 do Fluminense foi pioneira na utilização.

Além dos dados que já eram coletados pelo antigo GPS, o dispositivo ajuda na captação de uma maior variedade de informações, chutes, pisadas, posse de bola, passes certos e errados, velocidade, intensidade dos movimentos e até ajuda na prevenção de lesões.

A grande inovação permite que o analista de desempenho possa auxiliar não só o treinador, mas também os preparadores físicos. A tecnologia permite a captação de intensidade com a qual o jogador pisa com cada uma das pernas. Com isso, é possível identificar irregularidades que podem prejudicá-lo.

A partir disso é possível ter uma maior gama de informações referentes à distância percorrida num determinado período de tempo, em zonas e encontrar as variações de velocidade. Os dados coletados contribuem mais fortemente para entender de que maneira o jogador se comporta nas situações de jogo.

A novidade permite uma coleta de dados tática, técnica e biomecânica, e pode otimizar muito mais o trabalho do analista!